Mostrando postagens com marcador Guest Posts. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Guest Posts. Mostrar todas as postagens

07 outubro, 2021

[Guest Post] Morreu a Garota Liberal! (2021)/ Gerson Ravv

A Garota Liberal segundo os caras que saíram com ela era extremamente peludona,
será excesso de testosterona e daí vinha o comportamento sexual predatório?

 

Pois é meus amigos! Mais um membro da vizinhaça se foi.

Essa semana quem morreu foi a famosa Garota Liberal.

Conhecida no bairro como "A Garota Liberal", essa mulher foi muito comentada e criticada entre os anos 90 quando se mudou para cá. 

Trabalhou na mesma fábrica que minha mãe, a GL tinha apenas 20 e poucos anos mas era o terror das mulheres casadas!

Certa vez no Natal a GL me deu um chocolate daqueles que tem um papel alumínio desenhado o papai Noél e tentou me arrastar pro barraco dela, a sorte foi que eu então com 15 anos era virgem de tudo e praticamente sem malícia nenhuma nessa parte,  só lembro que devolvi o doce e falei que não podia pegar porque não acreditava no Natal e tal.

Lembro das vezes que eu jogando bolinha de gude (com 15 anos!), com outros moleques do bairro em frente do boteco que a GL ficava e ouvindo as conversas dela com outros caras e garotas: "Assim amiga, o buraco é meu, logo, dou o meu buraco pra quem eu quiser e aceitar, simples assim, e outra, é só lavar que já era, igual roupa, ninguém pertençe a ninguém! A vida é uma festa!".

Transava sem capa com qualquer um que conversava com ela, dizia que não tinha frescuras, tomava remédio para não engravidar e que a vida e juventude eram para serem exploradas com muito prazer e diversão sem limites.

Dizem que ela dava mais que chuchu na cerca, uma das lendas diz que ela transou com quase todos os homens da fábrica, desde os faxineiros, peões de chão de fábrica até os executivos ela devorou.


Tinha dia que minha mãe chegava transtornada em casa, eu perguntava o que foi e ela contava extremamente nervosa:

"Sabe a Garota Liberal? Pois é, pegamos ela novamente TREPANDO no nosso vestiário! Uma ordinária! Sem vergonha! Safada! E com o pobre coitado do Zé Linguiça!".

O Zé Linguiça era um faxineiro negro que tinha problemas mentais tipo retardado mental leve, ele morava num barraco dentro do terreno da fábrica e nem ele a GL perdoou!!!


Diziam que a GL era extremamente peluda e eu acho que isso poderia significar que ela tinha muito testosterona no sangue, daí o apetite sexual animalesco e chocante. 

Pelo que lembro dela, até que a GL era bonitinha, altura média de 1,60, branca, cabelos lisos pretos, rosto bonito e corpo mediano nem gorda e nem magra.

Minha mãe me contava que nas confraternizações de fim de ano da peãozada, após o almoço, fechavam as portas do galpão e começava um showzinho escandaloso da Garota Liberal e outras "mulheres à toa " da fábrica, segundo minha mãe rolava de streap tease até simulações de sexo no palco do galpão, quando começava a virar uma suruba verdadeira, minha mãe e outras crentes saiam abismadas da festinha e iam embora.

Pior que dizem que a chefia fechava os olhos para tudo isso e a GL vira e mexe era flagrada fazendo sexo de tudo quanto era jeito pela fábrica. 

Diferente das modernetes de hoje, a Garota Liberal dava pra todo mundo sem pedir nada em troca, ela ia para a suruba com os chefes de carro do ano quanto de bicicleta ou à pé com o faxineiro pobretão do Jardim São Luís. 

Lembro quando a GL passava na rua de shortinho atuchado e blusinha sem sutiã, as mulheres olhavam com inveja e diziam: "Essa vadia é muito Liberal, nem parece mulher!".

Pois bem, os caras adoravam sair com ela e contavam todas as peripécias realizadas e riam muito lembrando dos prazeres vividos.l tudo SEM CAPA E SEM FRESCURAS. 

Isso durou alguns anos, até que um belo dia a Garota Liberal começou a emagrecer e desmaiar pela fábrica e pelas ruas do bairro.

Foi ao médico e dias depois uma notícia tétrica caiu como uma bomba atômica no bairro e na fábrica: a famosa Garota Liberal testou positivo para AIDS.

Vocês podem imaginar o terror nos rostos de todos os caras que saíram com ela! 

Teve um que se chamava Titão que ficou tão assustado que foi ao hemocentro implorando uma transfusão de sangue TOTAL!!!

A rapaziada já não ria mais, todo mundo com medo, cabisbaixos, todos temendo fazer o exame e dar positivo!

Os caras entraram em pânico! 

Só lembro que muitos caras que saíram com a GL morreram pouco a pouco ano a ano, se foi de HIV eu não sei se foram todos mas três eu tenho certeza porquê moravam aqui no bairro e acompanhamos o drama deles e de suas esposas que também morreram de complicações da AIDS. 

A Garota Liberal ainda viveu bastante depois do teste positivo, acho que por causa dos remédios, mas seu fim foi triste, depois de quase 20 anos foi ficando cada mês mais magra, rosto encaveirado, gripes e resfriados que ficavam cada vez mais fortes, manchas e perébas persistentes, tudo isso culminando em diversas doenças minando pouco a pouco seu frágil corpo.

Só sei que a última vez que vi a Garota Liberal ela estava bem magra numa cadeira de rodas empurrada por uma sobrinha modernete dela, estavam saindo do Posto de Saúde que fixa em frente da minha casa, nem de longe lembrava aquele furacão sensual que ela tinha sido no passado. 

Vendo a cena da decadência da GL, imaginei um monte de espíritos atormentados dos homens que saíram com ela e que já se foram, todos se arrastando atrás dela pedindo de volta suas vidas.

Enfim, usem sempre camisinha rapazes.

Att Gerson Ravv 


_____________________________________________________


  • fontehttp://www.blockchainsupertrader.com/2021/10/morreu-garota-liberal.html

25 agosto, 2021

[Guest Post] Como TZL limpa o apto/a casa

 

Introdução


Vai pensando que fica assim...kkk


Este post é o meu modo de limpar o apto/casa, levei um bom tempo para aprender a me organizar no modo de limpar, e quando limpar cada cômodo.

Claro que não fica tudo limpo e cheiroso sempre, mas a vida é assim mesmo, em alguns momentos você cuida de alguns pontos e depois de outros.

Chega de papinho furado e vamos para o que interessa.

Preparação

Tudo que está no chão eu já coloco sobre ou dentro de algum móvel para facilitar a limpeza.

Para limpar o chão sempre utilizo: Balde, pano de chão, um bom desinfetante, água, tanque de roupas e um rodo.

O banheiro já é mais enjoado pois precisa ficar sempre limpo, afinal quando se está solteiro nunca se sabe quando aparece uma 'gatinha' que quer conhecer a 'bat caverna'. hehehe Então para o banheiro é preciso um desifetante mais pesado, água sanitária, duas esponjas(uma para o lavabo e outra para o vaso sanitário), um bico de pato para dar aquele trato no vaso sanitário, luvas para limpar o vaso sanitário e uma escova para limpar o vaso sanitário também.

Como limpar? Dá uma googlada aí, e vai vendo os vídeos das tiazinhas/tiozinhos ensinando como se limpa cada cômodo.

O tempo que coloquei abaixo é o tempo que o TZL sozinho utiliza para fazer as atividades, porém como estou namorando atualmente e a Mônica ajuda nas tarefas da casa o tempo gasto na limpeza, normalmente, se reduz pela metade.

    As atividades mensais, semestrais e anuais eu coloco um lembrete no gmail assim recebo um email para reforçar o que preciso fazer.


Diário


Cozinha

Regra número 1 do TZL na cozinha (Sempre que possível, claro!) :

Usou? então lavou, esfregou, lavou de novo e pode deixar na escorredor de louça.



Semanal



Sala/Quarto/Quarto estudo-e-trabalho


- Mesa da sala

- TV

- Itens de decoração sobre a estante: livros, games e ps4

- Os dois quadros da parede

- Monitores

- Notebook

- Mesa de estudo/trabalho

- Guarda-roupas (por fora)

- Passar pano com desinfetante no chão com o rodo

Tempo na Sala/Quarto/Quarto estudo-e-trabalho: 20-30 minutos

Cozinha/Lavanderia

- Lavar os pratos, talheres que utilizo logo após o uso e deixar no escorregador

- Fogão é uma limpeza só quando está muito sujo ou quando têm alguma visita chegando (ehehehe)

- Limpar a parte de cima da geladeira

- Tirar o pó do liquidificador

- Geladeira (apenas do lado de fora)

- Microondas

- Airfryer

- Máquina de lavar

- Passar pano com desinfetante no chão com o rodo

Tempo na cozinha: 15-25 min

Banheiro

- Lavabo

- Vaso sanitário

- Box

- Chão do banheiro

Tempo no banheiro: 20-25 minutos minutos

Tempo total de 55min a 1h20min por semana (normalmente faço em uma sexta-feira de manhã ou sábado de manhã)


Mensal



Sala

- Levantar o sofá

- Mover a mesa de lugar para limpar

- Limpar a janela

- Limpar a porta de entrada (dentro e fora)

- Verificar o lustre se precisa limpar

Tempo: 20-30 min

Quartos

- Limpar embaixo da cama

- Limpar embaixo/em cima do guarda-roupa

- Limpar a janela

- Limpar a balança

Tempo: 15-25 min

Cozinha/Lavanderia

- Limpar as bocas do fogão ou dentro do forno

- Limpar dentro do microondas

- Limpar dentro da air-fryer

- Limpar embaixo dos eletrodomésticos grandes (geladeira/fogão)

- Limpar embaixo do móvel da pia de lavar louça

- Limpar dentro dos armários onde estão os pratos, panelas e alimentos

- Ver se existe gordura na parede e passar um desengordurante

- Limpar as prateleiras mais altas pois acumularam pó

- Verificar o filtro da máquina de lavar

Tempo: 50 a 1h20 min

Banheiro

- Limpar as gavetas da mobília do lavabo

Tempo: 20 a 25 min

Tempo total de 1h45min a 2h40min por mês (Normalmente faço essa limpeza em algum feriado prolongado, ou quando vejo que a coisa está bem feias mesmo. kkkkk)

Semestral


Sala

- Trocar a cortina

- Colocar a cortina em uso no tanque de molho junto com a cortina dos quartos com água e sabão em pó

Tempo: 10 min

Quartos

- Trocar a cortina

- Colocar a cortina em uso no tanque de molho junto com a cortina da sala com água e sabão em pó

Tempo: 10 min

Cozinha

- Limpar dentro da geladeira

- Limpar o relógio de parede

- Trocar a cortina

- Colocar a cortina em uso no tanque de molho junto SOZINHA com água, sabão em pó e um desengordurante

Tempo: 30 min

Banheiro

- Limpar o armário onde ficam o aparelho de barbear, papel higiênico sobresalentes, e produtos de limpeza

Tempo: 15 min

Tempo total de 1h5min (este aqui deixo para fazer em um domingo/feriado tranquilo pela manhã)


Anual


Lavanderia

- Limpar embaixo da máquina de lavar roupa

Tempo: 30min

Tempo total de 30 min (geralmente faço junto com o dia da limpeza semestral)

É isso.


_____________________________________________________________________

Fonte: https://tiozinhozl.blogspot.com/2021/08/20-post-especial-como-tzl-limpa-o-aptoa.html

22 agosto, 2020

[Guest Post] Sedução do consumo - Como me defendi? (2020)/Surfista Calhorda




A sedução do consumo foi a última batalha que precisei vivenciar para me manter na caminha de acumulo de patrimônio, na verdade essa batalha está presente sempre na vida de todos, porém como eu já havia me conscientizado em relação as compras a prazo, no início da jornada esse não foi um problema para mim.

Se você está no início da jornada, corra das dívidas, mas corra mesmo, elas serão um potencializador para você comprar aquilo que não pode pagar e muitas vezes comprar coisas que nem precisa de verdade.

Pois bem, vamos trazer a discussão para minha realidade atual, alguém que está no meio da caminhada e que já tem algum patrimônio para comprar itens com um valor mais elevado.

Ponto de atenção! Eu estou falando da minha realidade e com o meu padrão de vida. Ter um custo de vida baixo ajuda muito a chegar mais rápido na IF!!!

O primeiro desafio recente que enfrentei, foi a vontade de comprar um carro que me conferisse um nível maior de status dentro da minha rede de relacionamento, trocando em miúdos, comprar aquele carro que seria comentado e admirado pelos parentes, pelos amigos e pelos invejosos.

E o segundo desafio foi a vontade comprar uma casa na praia, com o argumento que iria conferir mais conforto para minha família e me proporcionaria mais horas de surf, permitindo que eu ficasse a maioria dos finais de semana na praia.

Pois bem o primeiro desafio acho que é mais fácil de vencer, pois está atrelado apenas à vontade de aparecer, já o segundo desafio eu tive mais dificuldade, pois ele ficou atrelado a um hobbie que eu tenho em alta conta e ainda tinha a questão de conforto para a família.

Muito bom, mas como você fez para resistir a tentação surfista?

No fundo, no fundo a resposta é bem simples, eu apenas reforcei aquilo que era prioritário pra mim.

Mas para fazer isso eu fiz algumas contas e criei um gatilho, que em um certo momento, vai permitir que eu pense em alguns itens de conforto adicionais... 

E fazer essas contas foi necessário por causa da segunda sedução de consumo, a casa na praia... O carro eu consegui rebater com apenas uma pequena reflexão mental básica. 

Novamente itens de consumo podem seduzir mais uns que outros, tem gente que não resiste a um carro novo ou uma bolsa Louis Vuitton nova eu já fraquejei de maneira mais severa com a casa na praia.

Vamos direto ao ponto agora, vou explicar qual foi a estratégia que eu utilizei para postergar esses itens de conforto.

O método da recompensa planejada.

Primeiro passo:
1 - Listar todos itens de necessidade básica.
No meu caso fiz a seguinte lista (valores mensais).
  • Condomínio R$ 500,00
  • Água e Luz R$ 300,00
  • Tv a Cabo R$ 150,00
  • Internet R$ 150,00
  • Celular R$ 60,00
  • IPTU R$ 200,00
  • Alimentação R$ 800,00
  • Plano de Saúde R$ 1200,00
  • Escola das Crianças R$ 2000,00

Segundo passo:
2 - Verificar quais itens de necessidade básica* já estão cobertos com 5% do meu patrimônio.
Como meu patrimônio está próximo de 620k, considero que tenho um valor anual de R$ 31.000,00 'garantido'.
  • Condomínio R$ 500,00 (Realizado!)
  • Água e Luz R$ 300,00 (Realizado!)
  • Tv a Cabo R$ 150,00 (Realizado!)
  • Internet R$ 150,00 (Realizado!)
  • Celular R$ 60,00 (Realizado!)
  • IPTU R$ 200,00 (Realizado!)
  • Alimentação R$ 800,00 (Realizado!)
  • Plano de Saúde R$ 1200,00 (35,2% Realizado)
  • Escola das Crianças R$ 2000,00 (0% Realizado)
* Os itens de necessidade básica vão ser diferentes para cada pessoa, esses são os meus.

Terceiro passo:
3 - Calcular o valor das despesas básicas não cobertas pelo atual patrimônio.
Despesas Básicas não cobertas (Patrimônio Atual R$ 620k):
  • Plano de Saúde R$ 776,67 (65% do valor total)
  • Escola das Crianças R$ 2000,00
  • Valor anual não coberto R$ 33.320,00

Quarto passo:
4 - Calcular o patrimônio faltante para cobrir as despesas básicas
Patrimônio necessário para cobrir R$ 33.320,00 de despesas (Regra dos 5%):
  • R$ 670.000,00

Quinto passo:
5 - Calcular o patrimônio total para todas as despesas básicas
Patrimônio final para despesas básicas:
  • R$ 1.290.000,00 (620k já realizados + 670k pendentes)

Reflexão...
... Neste ponto eu já consegui me convencer que estou próximo da Independência Financeira e não faz sentido estragar o meu plano, é muito mais difícil e demorado sair do zero e chegar em 620k e é muito mais fácil sair de 620k para 1,29MM. 

Esses 5 passos me deram a seguinte informação, eu só vou adquirir/comprar mais alguma coisa na vida quando o patrimônio estiver acima do patamar para custear o básico. (O patamar de 1,29MM deve ser reajustado, pois o custo de vida aumenta com a inflação)

Agora vamos a mais um passo importante e prazeroso.
 
Sexto passo :
6 - Otimizar renda produzida pelo trabalho (afinal de contas eu continuo trabalhando).
  • Despesas Básica Mensal R$ 5.360,00
  • Itens de conforto prioritários:
    • Viagens com família R$ 25.000,00 (Anual)
    • Surf Trip R$ 10.000,00 (Anual)
  • Itens de conforto não prioritários:
    • Comprar casa na praia R$ ???
    • Comprar carro mais caro R$ ??? (Eu acho que nunca vou comprar um modelo do ano)
Enfim para atender o meu atual padrão de vida, eu preciso gerar 100k de renda por ano, assim pago as minhas necessidades básicas e sempre faço uma viagem com a família e uma surf trip anualmente e posso deixar meu patrimônio crescendo sozinho.

O que passa dos 100k anuais, eu dedico para os aportes e acumulo de patrimônio, para um dia ter a casa na praia e depois bem depois ter um carro melhor... Já acho que o carro mais caro nunca será necessário.

Com os 6 passos que descrevi acima, fica claro que o que eu fiz foi basicamente reforçar o que é prioridade pra mim e definir um momento que vou me permitir gastar um qualquer de maneira mais descompromissada. 

Sendo bem honesto, eu adorei quando cheguei no passo 6, pois perceber que você não precisa mais aportar e que já está num ponto de apenas proteger o patrimônio é gratificante... Isso tudo aliado a um colchão de segurança para 1 ano, dá uma sensação de liberdade. 

Eu perdi a vontade de parar de trabalhar, quero continuar trabalhando até o fim da vida, mas agora me sujeito muito menos a situações extremas de stress e conflito.

Conclusões:
1 - IF de despesas básicas está em R$ 1.290.000,00; 
2 - IF com itens de conforto prioritários está em R$ 2.000.000,00;

O que vocês acham mas difícil? Ir de zero a 620k ou ir de 620k até 1,29MM?

Dependendo de como eu vou chegar nos R$ 1,29MM, acredito que existem grandes chances de empurrar o gatilho para os R$ 2.00MM, afinal de contas eu deveria dar prioridade para as viagens... Mas também não é todo ruim deixar as viagens atreladas ao trabalho!!!

_______________________________________________________

05 julho, 2020

[Guest Post] Sobre o padrão de vida e os "hiatos" da economia (2020)/ Mago Economista

https://www.pexels.com/photo/business-charts-commerce-computer-265087/




O padrão de vida que uma pessoa pode ter, em termos materiais, é  determinado por sua renda. O erro que muitos cometem no mundo todo é querer gastar quase tudo, ou até mais, do que ganham. 

A lição óbvia (e imortal) das finanças pessoais: nunca gaste mais do que você ganha. Ela é óbvia e tão velha quanto o dinheiro, mas vemos todos os dias inúmeras pessoas que parecem ser incapazes de entender isso. Algumas por burrice, hedonismo, etc. e outras, infelizmente, por serem extremamente pobres e seus ganhos não cobrirem sequer os custos mínimos de vida. 

Para aqueles que podem, entretanto, é muito importante aplicar a velha lição e ajustar seu padrão de vida a ela.


Por exemplo, se você ganha um salário líquido (é o líquido que importa, porque é com ele que você se acostuma a viver no dia a dia) de R$ 4.000,00, você não pode ter um "padrão de vida de R$ 4.000,00". Você precisa ter um padrão de vida de R$ 3.000,00 ou menos. Eu diria que de R$3.500,00 no máximo, porque o aporte precisa fazer parte do orçamento doméstico. 

No exemplo acima, ganhando 4K e guardando 1K, a cada 4 meses você guardaria 1 salário, ou seja, em um ano você  conseguiu guardar 3 salários, então mantendo este ritmo por 4 anos, você terá 1 ano de salário economizado (fora os juros), caso não tenha precisado sacar nada para cobrir algum problema, o que é uma reserva de emergência interessante, pois caso perca o emprego você aguentaria ficar 1 ano sem receber enquanto se requalifica e procura outro trabalho, e no meio tempo ainda vai poder fazer bicos para não consumir tanto da sua reserva (ifood, uber, qualquer bico honesto).  

Na verdade, se considerarmos um trabalhador em regime CLT, que tem o 13º salário, você conseguiria montar essa reserva em 3 anos, caso conseguisse economizar 100% do 13º. Vejam esta simples demonstração:

1º ano: 1K/mês *12 meses + 4K (do 13º) = 16K (4 salários)
2º ano: 1K/mês *12 meses + 4K (do 13º) = 32K (8 salários)
3º ano: 1K/mês *12 meses + 4K (do 13º) = 48K (12 salários)

Por isso eu recomendo a todos aqueles que puderem: guardem 100% do 13º salário (ou usem-no para pagar dívidas).

O exemplo do salário líquido de R$4.000,00 foi apenas para facilitar a conta. A matemática é o que importa: poupando 25% do salário mensal e 100% do 13º, consegue-se fazer em 3 anos uma reserva de emergência equivalente a 1 ano de salário, o que é muito bom para começar, pois dá uma relativa segurança ao trabalhador, diminui um pouco o medo de ser demitido e essa maior confiança pode resultar em um rendimento melhor no trabalho. Se o salário líquido é de R$2.000,00, então o padrão de vida desta pessoa deveria ser de R$1.500,00 para que ela possa guardar R$500,00 por mês (25%) e assim sua reserva no final de 3 anos seria de R$ 24K, o que equivale a 1 ano de salário.

E se a pessoa guardasse um terço do salário? É uma fração "cabalística" que eu já vi muito ser recomendada por aí. Vejamos ela aplicada no exemplo dos R$4K:


1º ano: R$ 1.333,33 *12 + R$4K (do 13º) = R$ 20K (5 salários)

2º ano: 40K (10 salários)
3º ano: R$ 60K (15 salários)

Ao final de 3 anos a pessoa que economizasse 1 terço do salário teria 15 salários guardados, e teria atingido a meta de 1 ano de salários na metade do segundo ano de economia.


Na minha opinião pessoal, essa reserva de emergência deveria ficar aplicada no ativo de renda fixa mais líquido possível, pois ela não tem o objetivo de render e dar ganhos de capital, mas de suprir emergências, salvar o trabalhador de apertos que surgem no cotidiano, como por exemplo uma consulta médica cara, a compra de um remédio caro, uma multa de trânsito, uma cota extra inesperada do condomínio, uma obra necessária para se fazer em casa, etc. que são gastos que fogem de nosso controle (exceto a multa, que temos algum grau de controle). 

Por isso, ao contrário do que "gurus" de finanças e analistas "especialistas" falam, eu recomendaria que pelo menos uma parte deste valor ficasse na poupança, e esta deve ser uma parte que a pessoa se sinta confortável e segura (por exemplo, 1 ou 2 salários líquidos, de modo que haja 1 ou 2 meses de "sobrevida" para pronto uso), e o restante aplicado em alguma renda fixa que possa ser sacada rapidamente em caso de emergências realmente sérias ou em caso de desemprego. A importância de algum pequeno valor ser deixado na poupança é a extrema liquidez da mesma: o valor pode ser transferido para a conta-corrente aos sábados, domingos e feriados, inclusive de madrugada, sem depender de intermediários, horários bancários, etc. o que pode te salvar de apertos.

Porém esse raciocínio não é possível de ser aplicado para muitas pessoasHá uma certa faixa salarial na qual não é possível ter custos de vida que permitam poupar 25% ou mais do salário, talvez nem 10% (outra porcentagem "cabalística"), dependendo do caso.  Não sei onde exatamente essa fronteira se encontra, pois ela depende do custo de vida em cada cidade (e ele pode ser muito diferente de cidade para cidade), mas acho seguro dizer que quem ganha 1 salário mínimo não é capaz de economizar nada caso tenha como renda apenas o próprio salário. 

Isto é o que eu chamo de um "hiato" na economia: um abismo que separa diferentes realidades econômicas, difícil de ser atravessado. Neste caso, o hiato é a realidade das pessoas que vivem com salário mínimo: seus rendimentos são incapazes de cobrir totalmente os custos mínimos de vida (moradia, luz, água, gás, alimentação, internet e saúde) e  tais pessoas provavelmente não conseguem trocar de emprego porque seus rendimentos também não lhes permitem investir em qualificação. 

Na minha opinião, ganhar 1 salário mínimo é, grosso modo, uma forma de escravidão moderna, e cabe a cada um que se encontra nesta situação "comprar sua liberdade" dando um jeito de aumentar sua renda. Não adianta nada pedir ao governo que aumente o salário mínimo com uma canetada: ao fazer isso, os custos de todas as empresas subirão simultaneamente, provocando 2 efeitos: demissões e aumentos de preços de produtos (não se iludam, o custo sempre é repassado ao consumidor), o que anula automaticamente qualquer "ganho" obtido com o aumento do salário mínimo. Na minha humilde opinião, o salário mínimo não deveria nem existir, porque ele destrói empregos.

Um salário mínimo, dependendo de onde a pessoa mora, não é capaz nem de pagar o aluguel do apartamento mais humilde, então não é surpreendente vermos em grandes cidades (Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília são as que tem em geral os aluguéis mais caros) pessoas que, mesmo com emprego, literalmente moram na rua durante a semana e vão para suas residências (caso as tenham) nos fins de semana, às vezes em uma cidade menor vizinha, por não serem capazes de pagar o aluguel na mesma cidade onde trabalham e/ou não serem capazes de cobrir os gastos com transporte que incorreriam se fizessem o trajeto casa-trabalho-casa todos os dias. Qualquer evento que fuja da normalidade é devastador para o orçamento de uma pessoa que viva assim, forçando-as a se endividarem e gerando uma bola de neve que culminará em sua miséria.


A dura realidade é: se você ganha salário mínimo, não adianta investir em nada que não seja a sua própria qualificação. E se você mora sozinho, sem ninguém para dividir as despesas, pode ser que nem isso seja possível. Quem ganha salário mínimo, caso seja possível, deveria continuar morando com os pais, e investir o máximo possível de sua renda em sua formação, e estar disposto a aguentar uma jornada dupla, trabalhando durante o dia e estudando à noite, por algum tempo - de dois a cinco anos (a duração de um curso técnico ou de uma faculdade) e fazendo bicos sempre que puder, para complementar a renda. Caso não seja possível morar com os pais, deveria se juntar com outra pessoa que também tenha alguma renda (nem que seja de 1 salário mínimo) para dividir os custos de habitação e focar na formação pessoal, do mesmo jeito. 


Outro "hiato" na economia: ainda é bastante difícil juntar R$ 100.000,00 (uma das primeiras milestones da finansfera), porém esta não é mais, há muito tempo, uma quantia que realmente mude a vida da pessoa, e geralmente servirá no máximo para comprar um imóvel (provavelmente só para dar entrada na compra) - eu sei que para quem ganha 1 salário mínimo 100 mil reais é uma quantia que "muda a vida" da pessoa, mas quem realmente vive com salário mínimo simplesmente não consegue juntar 100 mil reais só com seu trabalho. Só se morasse com os pais e fosse totalmente bancado por eles, mas mesmo assim teria que economizar 100% do salário e demoraria por volta de 8 anos, a não ser que desse muita, mas muita sorte na renda variável, o que é bastante improvável. Quem conseguiria viver assim, sem gastar nada durante quase uma década? Será que os pais aceitariam isso? Será que os pais teriam condições para isso? 


Para os poucos brasileiros que são capazes de juntar R$100K através de trabalho honesto, 100 mil reais é "pouco" dinheiro, e ao mesmo tempo não é: servem para dar segurança, caso não sejam usados para adquirir imóvel (e dependendo da localização serviriam somente como entrada, e talvez nem isso) e, conforme o post anterior, não garantiriam nem 1 salário mínimo de proventos de FII, embora rendessem uma boa renda passiva (provavelmente algo entre 500 e 700 reais). Ainda assim, repito, juntar R$ 100K é um hiato - um abismo difícil de ser atravessado.


Para os poucos capazes de juntar  R$100K  com seu trabalho (e muitos da blogosfera das finanças são capazes), eu concito: façam caridade. Para um porteiro, uma diarista, um vendedor de doce na rua, etc. R$ 50 a mais no orçamento fazem muita diferença, e para vocês não. Ajudem estas pessoas. Comprem doces do homem que fica o dia inteiro na rua com seu pote de paçocas, se puderem comprem um estoque novo para ele poder vender, vocês estarão dando dignidade para ele, que é mais importante que dinheiro. Deem R$20, R$ 30 a mais para a diarista que faz faxina em suas residências para ajudá-la a pagar a passagem e não ter que consumir do valor ganho com a faxina. Não hesitem em contribuir para a caixinha de Natal do porteiro do prédio onde vocês moram, sejam generosos. Ajudem seus parentes que estão em dificuldades, ainda mais hoje em dia por causa da pandemia. Às vezes é porque faltam R$100,00 para inteirar o aluguel que uma pessoa é despejada e passa a viver na rua, e daí começa uma verdadeira avalanche que destrói sua vida. Ajudem os pequenos comerciantes, ajudem os pequenos negócios, para protegerem os empregos que eles geram. Façam caridade, da maneira como puderem, mas façam caridade. É dever de todos perante o Criador.


Forte Abraço! Fiquem com Deus!




_______________________________________________________