Mostrando postagens com marcador Editorial. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Editorial. Mostrar todas as postagens

20 março, 2021

[P.L. #4] Escolha o próximo post no Blog!

 

A ideia é simples:

Escreva um parágrafo sobre seus problemas no mundo atual e eu utilizarei isso para criar um post relacionando soluções ou paliativos, afinal nem todo problema tem solução.

Afinal eu, o cara desconhecido da internet, tenho a dizer mais sobre você que você mesmo ou parentes próximos. E de brinde posso te dar o segredo da vida.

Faça o comentário anônimo e sua identidade será preservada, eu acho; pois não posso garantir nada do Google.


Grande Abraço!


Ass. Scant, o mestre punheteiro do himalaia

foto recente minha

P.s.: como estarei de férias por uns dias, posso demorar para responder; mas, se eu não morrer, responderei a todos.

__________________________________





28 março, 2020

O blog no Facebook

Foto de Tobias Dziuba no Pexels



Como não tem muita coisa para fazer em tempo de quarentena, o blog está ativo no facebook.

Se quiser, me adiciona lá.

Grande abraço!



20 fevereiro, 2020

Post Livre #3

Photo by Rafi Ahmed Haven from Pexels



Pessoal

Esse post é livre: 


  • escreva o que quiser.

Grande abraço!



P.s.: os comentários serão fechados em 1 semana.



 


19 janeiro, 2020

Post Livre #2




Pessoal

Esse post é livre: 


  • escreva o que quiser.

Grande abraço!


P.s.: os comentários serão fechados em 1 semana.




26 dezembro, 2019

Post Livre #1

Photo by Lum3n.com from Pexels



Pessoal

Esse post é livre: 


  • escreva o que quiser.


Ajude o blog e me deem inspiração sobre o que escrever em 2020.


  • Quais os temas que vocês gostariam de encontrar aqui no Blog?


Quanto mais específica a sugestão, melhor para escrever.


Grande abraço!

P.s.: os comentários serão fechados em 1 semana.




24 dezembro, 2019

[Editorial] Feliz Natal Finasfera!

Photo by Ali Pazani from Pexels


Introdução 



Natal é especial.

Não porque Jesus nasceu no dia 25 (não há certeza) ou porque antigas religiões faziam sacríficos sangrentos aos seus deuses nessa época (isso é verdade).

O Natal é especial porque é uma festa e adoramos festas que nos tocam intimamente.


Rito de Passagem Familiar - Assim como festas de aniversário, há algo diferente no natal: os comemoramos mesmos antes de ter noção do que eles significam e por muito tempo podemos confundir seu significado com meras trocas de presentes ou orgias gastronômicas. A essencial do Natal é ser mais um rito de passagem familiar: ele marca que o tempo que passou não voltará e nos enche de esperança sobre um futuro incerto e eventualmente curto. Esperança de que possamos mais uma vez ter a oportunidade de comer e beber ao lado daqueles que amamos após mais 365 dias, ainda que um dia isso se torne impossível.

Odiar o Natal?


Todo mundo tem problemas.

Famílias desestruturadas, falsas amizades, chifres, dívidas impagáveis, saúde comprometida: tudo isso tira a paz de muita gente.

Mesmo que esses problemas não existissem, muita gente odiaria o natal por outros motivos. 

Pessoalmente acredito que não é o natal em si que desagrade essas pessoas, mas o fato de nessa época perceberem (para esquecer novamente quando chegar o ano novo) que levam uma vida de sofrimento sem sentido. Alguns deles ainda reclamam de ser feriado, pois são obrigados a parar de trabalhar e são obrigados a encarar a vida cheia de vazio que levam.

Entenda: não há problema em sofrer, pois todo humano sente dor dentro de si. O problema está em não poder dar um significado profundo a essa angústia. 


Quem ama seus filhos sabe na hora o verdadeiro significado da vida (o amor, gafanhoto) e suporta qualquer humilhação para poder colocar comida na mesa. Esses sofrerão felizes de barriga cheia na pobreza ao lado dos seus. Por outro lado, muitos em melhor situação financeira chorarão amargamente mesmo em abundância enquanto enchem o cu de drogas para suportar mais um dia. Desculpe o palavrão, mas cu de deprimido é oficina do diabo.



"CHRIST WITH SHOPPING BAGS", 2004 (BANKSY)

 Minha Experiência 


Comemorei cerca de 30 natais ao lado de minha saudosa mãe (nunca perdi um) e, num dia qualquer, ela morreu. 

Porra, mesmo depois de anos consigo chorar  por causa disso e olha que, para fazer chorar um cavalo como eu, precisa de disposição.  Não há dor maior na vida do que perder alguém que amamos de forma tão natural, pura e bela desde o nascimento. Sou grato pelo tempo ao lado dela: nenhum dinheiro do mundo poderia me dar uma experiência mais significativa, mas o foda é que "A morte é o fim de uma vida, mas não de um relacionamento"

Se em outras épocas do ano não lembramos da importância da passagem do tempo e do seu significado para os seres mortais, essa época e ideal para valorizar o contato afetivo com nossos amores.

Conclusão


Primeiramente Feliz Natal e próspero Ano Novo! Desejo paz e prosperidade a todos e, em especial, aos leitores do blog, que aguentam ler as besteiras que escrevo.


A felicidade encontrada em pequenas coisas – conversar com os pais, passear com o cônjuge, brincar com os filhos – pode ser maior que qualquer riqueza. Formar uma família e educar filhos requer tempo e tranquilidade, e não há sucesso financeiro que recompense alguém pelo mau desempenho com a família – seja em relação aos pais, cônjuge ou filhos. (Jurandir Sell Macedo Jr)

Aproveite os relacionamentos, pois isso é aproveitar a vida.

Grande abraço!





______________________________________________________________

Sites consultados:

  • http://www.valoresreais.com/2013/12/23/um-post-blog-virou-cartao-de-natal-sim-cartao-de-natal-e-isso-ah-isso-nao-tem-preco/
  • http://busywomanstripycat.blogspot.com.br/p/downloads_19.html



01 janeiro, 2019

[Editorial] Admirável Novo Blog

Photo by Cassiano Psomas from Pexels


atualizado em 16-07-21

1 - Introdução 


Pessoal, quando comecei na blogosfera há cerca de 8 anos: eu era solteiro, morava com minha saudosa mãe, ganhava mal (três mil mensais) e só pensava em concursos públicos jurídicos.

Lia (e leio) os clássicos e novos blogueiros, tanto da finasfera quando de outras esferas bloguisticas. Não vou mencionar nomes pois seria injusto com os que esqueci de mencionar. Aprendo muito com todos eles diariamente.

17 novembro, 2012

Sobre o Blog



Pessoal,

Nosso primeiro blog foi removido pelo Google (sim, lamentamos por algum tempo). 
Mas aprendemos com essa lição e não mais disponibilizamos certos links para download. 

A finalidade do presente blog é trocar experiências sobre coisas interessantes: a ideia é "refletir sobre a existência e existir conforme essa reflexão", até porque "tudo pode acontecer a todos independentemente do bem e do mau". 

E  durante todo esse processo organizar um acervo físico e mental de filmes, livros, animações, poesias etc, pois nosso corpo é nossa casa e uma casa sem livros e afins não tem alma nem janelas.

Isso porque pela escolha das melhores experiências podemos nos tornar o "homem certo" para nossas vidas e obter vitória em nossa guerra pessoal, conforme explica o Soldado Desconhecido:

“Porque um homem no lugar certo, na hora certa, faz a diferença. E vence a guerra.”
Parte disso significa aprender um pouco mais sobre tudo conforme explica Robert A. Heinlein:
"Um ser humano deve ser capaz de trocar uma fralda, planejar uma invasão, matar um porco, comandar um navio, projetar um edifício, escrever um soneto, fazer a contabilidade, construir uma parede, cuidar de um ferimento, consolar os que estão para morrer, receber ordens, dar ordens, cooperar, agir sozinho, resolver equações, analisar um novo problema, adubar a terra, programar um computador, cozinhar uma refeição saborosa, lutar eficientemente, morrer galantemente. Especialização é para insetos".
Além disso adoramos organização, pois ela revela a ordem interna da pessoa. Quando existe muita bagunça em casa, percebemos que a nossa vida se encontra também em desordem negativa. 

Em outras palavras: a harmonia do ambiente promove o bem-estar interior das pessoas e a desordem causa uma tensão visual, uma sensação de caos e falta de motivação, devido a sobrecarga de estímulos.
Organizar minha vida me ajuda a melhorar nos termos que explica George MacDonald (1824-1905), England's Antiphon:

"Porque os movimentos da vida do homem são espirais: voltamos ao ponto de onde viemos, sempre refazendo nossos próprios passos, mas rumo a um nível mais alto, para a próxima volta ascendente da espiral e assim se retrocede e se avança sempre ao mesmo tempo."

Por fim, para nossa edificação pessoal gostaria citar um famoso trecho de Louis Lavelle, Da Intimidade Espiritual, 1955:

"Há na vida momentos privilegiados nos quais parece que o Universo se ilumina, que nossa vida nos revela sua significação, que nós queremos o destino mesmo que nos coube, como se nós próprios o tivéssemos escolhido. Depois o Universo volta a fechar-se, tornamo-nos novamente solitários e miseráveis, já não caminhamos se não tateando por um caminho obscuro onde tudo se torna obstáculo a nossos passos. A sabedoria consiste em conservar a lembrança desses momentos fugidios, em saber faze-los reviver, em fazer deles a trama da nossa existência cotidiana e, por assim dizer, a morada habitual do nosso espírito."

Vida próspera e morte rápida.