Arquivos

06 outubro, 2021

Jesus e os Haters

Seu Madruga aprendeu com Jesus



Intro


Mateus 5

 Vocês ouviram o que foi dito: “Olho por olho, dente por dente.”  Mas eu lhes digo: não se vinguem dos que fazem mal a vocês
  • Se alguém lhe der um tapa na cara, vire o outro lado para ele bater também. 
  • Se alguém processar você para tomar a sua túnica, deixe que leve também a capa. 
  • Se um dos soldados estrangeiros forçá-lo a carregar uma carga um quilômetro, carregue-a dois quilômetros. 
  • Se alguém lhe pedir alguma coisa, dê; e, se alguém lhe pedir emprestado, empreste.


 Minha Interpretação


Na época de Jesus a coisa era braba:

ocupação romana, pena de morte adoidado (a crucificação era a cadeira elétrica da época) dar porrada em judeu pobre devia ser um esporte tão popular como hoje é para a polícia carioca bater em favelado. Não reagir na época de Cristo como hoje era uma condição de sobrevivência. O mesmo se aplica quando somos assaltados na rua.

Acho que Jesus riria ou teria pena dos haters de hoje: pobres coitados que ficam insultando os outros atrás de um computador anonimamente pela Web, quando sabem que a única coisa que podem fazer é digitar um xingamento... mais impessoal, impossível.

Quero ver ser homem de verdade e mandar outro homem tomar naquele lugar olhando no olho.

Ah, saudades do meu tempo de escola. A porrada analógica corria solta.

 

Conclusão

Desenvolva o hábito de não se vingar.

Perdoai os haters porque eles não sabem o que fazem.

Nasceram numa geração fraca (frouxa).

Grande abraço!

_______________________________________

6 comentários:

  1. Eu discordo em partes dessa questão de gerações.
    Gente "forte" e "fraca" existiu em todas as gerações.
    O que vejo são pessoas que geralmente tem mais de 35 anos querendo a todo custo dar a impressão que sua geração foi melhor, mais interessante, mais corajosa etc. Isso com o objetivo de se sentir melhor, mais valorizado e não necessariamente porque seja verdade.
    Eu tenho mais de 35 anos. Trabalho com homens de mais de 40 anos que cresceram no tempo do merthiolate que ardia e afirmo sem hesitar, são uns bostas. São homens que gostam de fofoquinhas, que não falam o que tem que falar diretamente para quem teria que ouvir, que dissimulam etc.
    Quando eu era criança/adolescente o pessoal mais velho daquela época dizia a mesma coisa, que a geração deles era melhor, que a molecada (anos 80/90) não viviam da mesma forma que eles viveram, que esses então moleques eram uma geração que crescia a frente da TV.
    Da mesma forma que criticam os atuais moleques por viver em frente a computadores e celulares. Só que os moleques da minha geração hoje romantizam o tempo em que assistiam seus desenhos, série e filmes, enquanto os moleques dos anos 60 e 70, romantizavam o tempo em que nem TV tinham.

    Cada geração alimentando seu misto de verdade, ilusão e nostalgia com o objetivo de se sentir melhor...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "“Homens fortes criam tempos fáceis, e tempos fáceis geram homens fracos; mas homens fracos criam tempos difíceis, e tempos difíceis geram homens fortes”."

      acho que ambas as gerações são fracas
      o sofrimento fortalece o caráter
      uma geração que pouco sofreu, normalmente será fraca

      nostalgia eu tenho, mas tento não alimentar ilusões, ainda que goste de jogos e quadrinhos antigos como hobbie

      se acho minha geração fraca, acho a seguinte mais fraca ainda
      o ser humano enfraquece no conforto
      o conforto aumento da minha geração para essa

      inédito é o problema das redes sociais, que na minha geração ainda estava em estado embrionário (não tinhamos celulares na infanca) e lembro do orkut na minha adolescencia pra frente... e depois facebook

      não tenho certeza sobre o impacto dessas tecnologias em um individuo desde a infancia, mas sinto que não é uma coisa boa pro cérebro

      o futuro mostrará a verdade

      Excluir
    2. Essa frase dos homens fracos e fortes virou um mantra.
      Tem coisas que acontecem conforme a demanda. Em gerações passadas as pessoas respondiam conforme as demandas daquele tempo e hoje conforme as demandas atuais em resumo vejo que é isso.
      Mas e possível também o auto fortalecimento através do autoconhecimento e isso é opcional, se a maioria não quer, fazer o que...
      Fora isso a história da humanidade é cíclica com seus altos e baixos.
      A resultado da influencia internetica já está se manifestando, mas ainda é cedo para uma análise mais criteriosa.

      Excluir
    3. não sei de vc, mas as demandas do meu tempo foram fáceis

      nunca passei fome
      nunca passei por uma guerra
      e a única peste porque passei foi covid que nem se compara com a gripe espanhola ou a peste negra

      "o auto fortalecimento através do autoconhecimento" tb faço isso, mas me pergunto se é real ou apenas autosugestão, porque nunca é colocado a prova realmente pois vivo em tempos calmos



      Excluir

Memento mori...carpe diem!