26 agosto, 2016

Como Guardar seus Arquivos Digitais

Pexels: já vivi nessa época




Atualizado em 28/08/2020

1 - Introdução


São várias as possibilidades de armazenamento digital:

  • Mídias de cd e dvd (barato, mas pouco durável e de baixa capacidade)
  • cartões de memória;
  • pen drives;
  • Hds internos (comum e raid);
  • Hds externos (foto abaixo);
  • Nuvem (armazenamento em drives virtuais) 

    Já usei a maioria das possibilidades acima. Uso mais de uma delas quando a informação é muito importante, como, por exemplo, fotos da família, pois quem só tem um backup não tem nada.

    Sistema 1-2-3: O ideal é ter três backups em diferentes dispositivos dos arquivos importantes, sendo que o terceiro backup não deve estar no mesmo ambiente que os outros dois, pois em caso de incêndio tudo se perderia.
    Imagem: fotografia-dg



    2 - Minha Opção 








    Atualmente minha principal opção é o uso de hds externos
    Comprei vários do mesmo modelo da samsung anos atrás: comportam 1 terabyte cada, mas hoje é possível comprar Hds com o dobro ou mais da capacidade por um preço acessível (cerca de 400-500 reais)

    A maior vantagem desse modelo de HD é de não precisar de fonte externa, sendo exclusivamente alimentado pela entrada Usb, o que facilita muito o manuseio. 

    Como fui acumulando muito material, criei também uma tabela para me orientar quanto aos arquivos armazenados, pois são 10 hds externos e mais dois internos. Além disso coloquei etiquetas nos Hds.




    HD externo
    Conteúdo
    HD externo
    Conteúdo
    #1
    Filmes
    #7
    Seriados
    #2
    Anime A a J
    #8
    Documentários
    #3
    Sala de Estar (Seleção)
    #9
    Vídeo-Aulas
    #4
    Anime K a Z
    #10
    Fotografia
    #5
    Produtividade e Hobbies


    #6
    Desenho Animado




    Posteriormente adquiri em HD externo de 8tb onde guardo todo meu acervo digital e o mantenho ligado ao computador do Home office.

    Para alguns aquivos essenciais, como fotos de família, mantenho ainda mais um backup  em cartão de memória em meio a documentos físicos, no meu arquivo morto (arquivo físico)

    3.1 - Como organizar os seus arquivos digitais


    1) Crie pastas separadas pelos seus assuntos ou categorias principais. 


    Exemplo:

    - Fotos (organizadas por ano e por evento)


    - Músicas (organizadas por gênero)

    - Vídeos (organizados por tipo, como filmes, documentários, seriados etc)


    "Ao descarregar fotos e vídeos, faça uma pré-seleção guardando apenas as fotos que ficaram boas." Exclua as que você não quer guardar.


    2) Salve os arquivos manualmente com um nome que seja fácil de se achar. 

    "Como não e possível escrever nomes extensos, aconselho o uso de tags para ajudar da identificação. 
    Exemplo: educação = edu, informática = info, aniversário = niver. Lembre-se sempre de padronizar a nomenclatura."

    3) Tenha o hábito de sempre salvar os arquivos nas pastas corretas.
     

    4) Faça regularmente um backup de seus arquivos e mais dois backups (sistema 1-2-3) para os arquivos mais importantes

    5) Tenha o hábito de manter seu computador organizado e sempre que possível vá arrumando, aos poucos os arquivos, pois de grão em grão a galinha enche o papo.

    6) Reserve uma pasta para bagunça
    (preferencialmente a pasta "Downloads") onde você colocará todos os arquivos que você não teve tempo de organizar.

    7) Relaxe, Deus não criou o mundo em um dia.


    4 - Backup Redundante em Nuvem


    Essa é uma maneira barata de manter vários backups de pequeno tamanho ao mesmo tempo. Não atualizei o gráfico abaixo, mas o Megasync atualmente permite um espaço gratuito bem menor (acho que 15gb).






    "O conceito de computação em nuvem  refere-se à utilização da memória e da capacidade de armazenamento e cálculo de computadores e servidores compartilhados e interligados por meio da Internet, seguindo o princípio da computação em grade".

    Pessoal, a imagem acima explica o que fiz: um backup com três serviços diferentes e gratuitos de armazenamento em nuvem de arquivos no meu notebook (e no meu desktop).

    No meu computador físico, a pasta denominada "Dropbox" está dentro da pasta "Gdrive" e a pasta "Gdrive" está dentro da pasta "MEGAsync".

    Todas os nomes das pastas correspondem aos respectivos serviços de armazenamento em nuvem e são sincronizados em tempo real (automaticamente) via wi-fi.  

    Ou seja: A pasta denominada Dropbox é realmente associada ao serviço Dropbox, sendo o mesmo raciocínio aplicado às demais pastas.

    Vantagens:

    • Mais de um backup autônomo de um mesmo arquivo: se um serviço não funcionar, haverá outro com o mesmo arquivo, salvo se o arquivo estiver exclusivamente salvo na pasta mais superior (MEGAsync).
    • Esse backups em nuvem são gratuitos, fáceis de usar e não exigem conhecimento de programação.
    • Basta salvar o arquivo na pasta inferior para também armazenado no serviço da pasta superior, mas o inverso não é verdadeiro.

    Desvantagens:


    • Apenas os arquivos contidos na pasta Dropbox são salvos simultaneamente pela pasta Gdrive e pela pasta MEGAsync.
    • A pasta dropbox tem menor capacidade de armazenamento que as pastas superiores.

    Enfim, qualquer pessoa pode ter seus arquivos armazenados em nuvem e ao mesmo tempo em vários serviços gratuitos. 


    No meu caso usei três serviços, mas poderia ter usado o triplo. Além isso também continuo usando armazenamento físico.


    5 - HD Externo 8TB Seagate: Impressões




    Sou um nerd da velha guarda e prefiro guardar meus arquivos de mídia comigo a depender de serviços streaming de assinatura.

    Mesmo prometendo 8 TB, na realidade temos cerca de 7 TB por quase mil reais aqui no RJ.  O preço ainda é ruim, mas custaria o dobro 6 anos atrás.

    Eu tinha 12  Hd's de 1TB e resolvi limitar meu acervo a 7 TB de arquivos para poder ter backup de tudo e poder acessa-los sem ter que ficar trocando de HD. 


    A parte chata foi ter que mandar para a lixeira alguns terabytes de arquivos não essenciais, pois tinha muita coisa legal que foi para a lixeira.


    Obs.: arquivos essenciais - de tudo que tenho em mídia, importante mesmo são: fotos da família, vídeos pessoais e poucos uns documentos. Eles são insubstituíveis, pois são parte de minha história pessoal. Desses tenho vários backups. Os outros arquivos só tem um backup e são para diversão ou educação.


    Vantagens


    • Tamanho,
    • Conexão via USB 3.0 (até 160 MB/S),
    • Tem duas portas USB 3.0 (Hub USB integrado),
    • Poder centralizar todos os meus arquivos em um único HD.

    Desvantagens


    • Preço,
    • Precisa de adaptador de alimentação de energia elétrica.

    6 - Conclusão


    "Quando existe muita bagunça em casa, percebemos que a nossa vida se encontra também em desordem negativa." 

    Mantenha seus arquivos a salvo com backup duplo e use o sistema 1-2-3 para os mais importantes.

    Grande abraço!


    ____________________________________________________________________



    Sites consultados


    • https://www.vivaolinux.com.br/dica/Armazenamento-em-nuvem-redundante-com-Dropbox-e-Copy
    • https://pt.wikipedia.org/wiki/Computa%C3%A7%C3%A3o_em_nuvem
    • http://www.kalinkacarvalho.com.br/blog/como-organizar-arquivos-digitais
    • http://www.seagate.com/br/pt/do-more/organizing-your-digital-files-master-dm/
    • https://gabrielabrasil.com/como-organizar-arquivos-digitais/
    • http://www.thewindowsclub.com/usb-3-0-external-hard-drive-not-recognized
    • http://www.clubedohardware.com.br/forums/topic/1180601-windows-10-n%C3%A3o-reconhece-hd-externo-ap%C3%B3s-atualiza%C3%A7%C3%A3o/